Saiba como controlar a retenção de líquidos e eliminar o peso extra com as dicas de Italo Costa

italo-e-wole-sem-retencao22

Todos nós passamos por dias que nos sentirmos “inchados” e isto é por causa da retenção de líquidos. Percebendo ou não, seja naquele dia normal em que fomos a um rodízio japonês e exageramos no shoyo, ou até na churrascaria pelo excesso de consumo de carnes salgadas, que trazem maior ingestão de sódio e acabam contribuindo para a retenção, este é um processo que acontece continuamente.

O campeão de fisiculturismo e atleta WBFF Italo Costa ganhou 8kg em apenas três dias, durante viagem após o campeonato WBFF Londres e revela que este foi o resultado da retenção hídrica como consequência de mudanças na alimentação: “nesta minha viagem a Londres aproveitei para exagerar. Já que não ia competir, por 3 dias comi açúcar, pães e exagerei nas quantidades de comida. Ganhei 8kg em 3 dias, a maioria devido a retenção hídrica. Para corrigir o problema nos 4 dias seguintes a dieta foi de baixo carboidrato e jejum intermitente, dia sim dia não, alinhados com treino, cardio e muita água. O resultado foi a eliminação da retenção e em apenas 4 dias a eliminação dos 8kg que havia ganhado”.

Choque metabólico ajuda a reduzir a retenção de líquidos

Italo Costa conta que além de ser algo natural, a retenção de líquidos pode ser atenuada com choques metabólicos durante a dieta, mas sem exageros: “É preciso ter cuidado com os exageros, mesmo sabendo que o choque metabólico no organismo pode ser muito benéfico, o exagero de quase sempre causa retenção hídrica no organismo, causando diferenças na balança e no visual muito bruscas, que ocorrem principalmente nas mulheres. Quando caminhamos em um padrão de dieta, seja lá qual for, uma saída do rigor alimentar ocasional, uma refeição livre e não um dia inteiro de exageros, acaba sendo de certa forma benéfico ao organismo, principalmente quem esta passando por uma dieta restritiva. O choque metabólico é grande e portanto mais benéfico, inclusive no que tange ao assunto da retenção”.

Reprodução / MF Press Global

Segundo o Dr. Hugo Yamashiro, que acompanha o atleta, o corpo se adapta a determinada dieta e ingestão calórica. Logo não apenas para reduzir a retenção hídrica mas também ajudar na perda de peso é recomendado o choque metabólico, para que o corpo continue com o metabolismo em alta: “o que acontece é que o organismo, como uma máquina perfeita, tende a se adaptar e baixa o consumo de calorias se você se encontra em deficit por um determinado período. Por isso é importante o choque metabólico, que nada mais é do que o aumento das calorias para que seu organismo não vicie. Isso faz com que a queima de gordura seja muito mais acentuada no próximo dia, e isso para quem visa perda de peso é algo fundamental”.

Combatendo a retenção hídrica

Uma das soluções, segundo Italo, é mais simples do que muitos imaginam: “a principal maneira de combater a retenção hídrica é tomar mais água. Curiosamente o corpo retém mais líquidos quando percebe que não estamos hidratados o suficiente. Por isso, precisamos ingerir no mínimo 2 litros de água por dia, sendo recomendável chegar até 4,5 no dia a dia para quem quer um físico mais definido. Mas não se engane, já que refrigerantes e bebidas alcoólicas agem de forma inversa, então foco na água e na água de coco. Ao estarmos hidratados promovemos a diurese natural. Como consequência de uma maior hidratação também acontece de irmos mais vezes ao banheiro. Lembre-se vc esta mais ativo seu metabolismo mais rápido e seu organismo mais limpo”.

Antes e depois

Italo aproveitou o período em Londres para treinar junto com o Muscle Model e campeão mundial Wolé Adesemoye e mostrou o antes e depois da retenção hídrica: “foi um período incrível de estarmos lá e fazermos um treino juntos. É impressionante como em um intervalo de apenas 1 semana até as feições do meu rosto mudaram com a retenção hídrica. No primeiro dia de treino fiz um video e ao final do período fotos que mostram o resultado quando os 8kg a mais de líquidos se foram ”.

Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias